Banner Acima Menu INTERNAS

Senador Reguffe deve disputar o Buriti pelo União; Fraga de vice


Quem diria! O senador Reguffe deve deixar o Podemos para se filiar ao União Brasil e quer ter, ao seu lado, o ex-deputado Alberto Fraga como vice de sua chapa na disputa pelo Buriti


O senador José Antonio Reguffe (Podemos), deve acertar a sua migração para o União Brasil, após o carnaval, visando disputar o governo do DF.

Nos bastidores do partido, surgido com a fusão entre o PSL e o DEM, há a informação que o ex-deputado federal e ex-presidente do DEM local, Alberto Fraga, seria o vice de Reguffe.

Sem opção de montar uma aliança que reuniria PSB, PDT, Cidadania e PV, levou o senador Reguffe ao mar de incertezas para definir o seu rumo em relação às eleições de outubro.

Até agora, o União Brasil, partido comandado por Luciano Bivar(PE), não conta com nenhum nome para disputar o Buriti.

Além disso, ainda falta acertar oficialmente quem ficará no comando da legenda no Distrito Federal, cujo embate é travado internamente entre Manoel Arruda e Alberto Fraga.

A banda mais forte do novo partido não quer Fraga, mas também não deseja a sua saída do União, a não ser que deixe a agremiação por vontade própria.

A informação de bastidores, da possível migração de Reguffe para o partido, fez Alberto Fraga se movimentar esta semana, para ser o vice da chapa majoritária. Ele teria sido convencido por Reguffe para topar a oferta.

Não é a primeira vez que Reguffe flerta com o União.

Antes mesmo da fusão entre o PSL e o DEM, ele andou conversando no início de janeiro com Bivar e com o investidor financeiro Felipe Belmonte.

Na mesa de negociações foi colocado as condições tipo “não há almoço de graça”. Na época, Reguffe ficou de pensar se topava ou não esquartejar o governo, caso vença a eleição.

Com espaço cada vez menor no Podemos, por não decidir o que quer, Reguffe resolveu acenar para o União, cuja conversa que deve acontecer no próximo dia 9.

O que teria feito o senador se movimentar mais rápido nessa direção foi um convite feito por Bivar para que a deputada federal Paula Belmonte, mulher do empresário Felipe Belmonte dispute o Buriti.

Outro fator que empurra o senador para uma decisão final é a contagem regressiva para quem quer mudar de partido, cujo prazo encerra no dia 1 de abril, conforme estabelece e a lei eleitoral.

*As informações acima são do Jornalista Tony Duarte do Radar DF

Postar um comentário

0 Comentários