Governo avança em proposta de reajuste salarial para PF, PRF e Depen

Estratégia é conceder reajuste à categoria até o ano que vem, uma vez que policiais compõem a base eleitoral do presidente Jair Bolsonaro

Igo Estrela/Metrópoles

 

O governo federal prepara um reajuste salarial para agentes da Polícia Federal (PF), da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). A informação foi antecipada pelo jornal O Globo e confirmada pelo Metrópoles.

A estratégia do governo é conceder reajuste à categoria até o ano que vem, uma vez que policiais compõem a base eleitoral do presidente Jair Bolsonaro (PL).

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, se reuniu com o ministro da Economia, Paulo Guedes, na tarde desta segunda-feira (13/12). O presidente também participou do encontro.

Nas redes sociais, Torres disse que entregou para Guedes uma proposta de “restruturação das carreiras” para, segundo ele, buscar “ainda mais valorização das forças de segurança”. O ministro, no entanto, não falou em valores.

Veja:

Salários congelados

Recentemente, Bolsonaro voltou a falar em dar reajuste para todos os servidores, que estão com salários congelados desde o começo do governo.

De acordo com o presidente, o percentual seria entre 1% e 5%. O Ministério da Economia calcula que o impacto seja de R$ 3 bilhões para cada ponto percentual de reajuste.

O governo ainda estuda a possibilidade de contar com o espaço no orçamento aberto pela PEC dos Precatórios, que dribla o teto de gastos e abre um espaço de R$ 91,6 bilhões em recursos já em 2022.

 

Fonte: Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários