Advogado de Brasília processa Porta dos Fundos por ofensas a Jesus

 


Um advogado evangélico do Distrito Federal, Dr. Marco Vicenzo, ingressou com ação civil e criminal contra o canal Porta dos Fundos e seus produtores

 Odir Ribeiro* do Rádio Corredor

Na ação, o advogado fundamenta que o fato dos humoristas professarem outra crença ou mesmo nenhuma, não da o direito de ofender, profanar e vilipendiar a fé ou os símbolos de santidade e divindade dos cristãos.

O Dr. Vicenzo alega ainda que o vídeo desse ano é voltado para crianças por ser um desenho animado e coloca o próprio menino Jesus dentro de um prostibulo, ou seja, incentivando prática ilícita destacada no Estatuto da Criança e do adolescente.

Ele pede que o vídeo não seja exibido e como ainda não foi ao ar, requer uma medida liminar para impedir sequer que seja lançado no NETFLIX.

Destacada na tese jurídica ainda que a empresa pretende lucrar as custas de um caos social, tendo em vista que incentiva a polarização e agressões nas redes sociais.

E diz: “a liberdade de expressão não pode ser um artifício para ofender o evangelho ou a fé alheia”.

Os produtores e a empresa Paramount+ também são réus no processo e todos devem ser intimados pela justiça nos próximos dias para responder sobre essa ação e se defenderem.

Vicenzo é advogado no Distrito Federal e já ingressou com ações polêmicas que tiveram êxito, como por exemplo quando derrubou, por liminar, os planos de saúde dos Deputados, pediu a cassação do Governador do Amazonas e colaborou com a Operação Sangria, dentre outros feitos.

Advertisement

* Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.

Postar um comentário

0 Comentários