Bolsonaro rebate opositores e diz que semipresidencialismo é “coisa de idiota”

 


Coisa de idiota. Foi assim que o presidente Jair Bolsonaro resumiu a “defesa” feita recentemente por alguns ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), como Dias Toffoli, do semipresidencialismo. A declaração foi dada em conversa com apoiadores, após ele dizer que, sobre os 10 nomes na disputa eleitoral do próximo ano, ele dizer que “oito estão estragados”.

“O que eu vejo nas eleições é que é um self-service. Tem uns 10 produtos na mesa. Tem uns oito tóxicos, né? Tem uns oito estragados”, afirmou o chefe do Executivo federal a simpatizantes, no cercadinho do Palácio da Alvorada. “Até pouco tempo, ninguém sabia de nada. Nem direita. A direita não existe ainda, está em formação. Tem aparecido os falsos conservadores, aparecido bastante. Bastante não: uns conhecidos aí”, prosseguiu o mandatário.

Sobre o semipresidencialismo, no início do mês, o ministro Dias Toffoli, ex-presidente do STF, defendeu a adoção de um sistema semipresidencialista no Brasil. Ele participou de um painel no 9º Fórum Jurídico de Lisboa, em Portugal. “Nós já temos um semipresidencialismo com um controle de Poder Moderador que hoje é exercido pelo Supremo Tribunal Federal. Basta verificar todo esse período da pandemia”, disse o magistrado.



Postar um comentário

0 Comentários