"Renan Calheiros investigando na CPI da Covid é como Nardoni julgando Caso Jairinho"





Foto: Sérgio Lima/Poder 360


Um cidadão mais atento às intenções da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 analisou o nome do senador Renan Calheiros (MDB-AL) na relatoria da CPI e a comparação dele repercutiu bastante nas redes sociais. A famigerada Comissão investiga se o Governo Federal cometeu alguma ação ou omissão no enfrentamento da pandemia do coronavírus no Brasil.

Renan é um reincidente na criminalidade. Ele é réu em 17 processos. O último foi aberto pelo próprio Supremo Tribunal Federal (STF), que apura desvios no Postalis, fundo de pensão dos Correios.

O inquérito se baseia em várias delações, como as de Nelson Melo, ex-diretor do grupo Hypermarcas, do ex-senador Delcídio Amaral e do doleiro Alberto Yousseff. Segundo eles, Renan teria recebido propina do lobista Milton Lyra.
"No presente caso, um primeiro exame dos autos revela elementos de participação direta do Parlamentar nos fatos narrados. Não se está diante de notícia sem qualquer apoio indiciário ou de notícia fundada somente em denúncia anônima, devendo-se dar prevalência, diante disso, ao interesse da sociedade em ver esclarecidos os fatos. Como se vê dos autos, o relato é detalhado, e se fez acompanhar de termos de colaboração premiada, relatórios de inteligência financeira, tudo a demonstrar haver nos autos elementos suficientes para justificar a instauração de investigação para melhor apuração dos fatos, com a consequente realização das diligências requeridas", avaliou Luis Roberto Barroso, ministro do STF, que determinou a abertura da investigação contra o senador.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) também denunciou Calheiros, em 2017, que já é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro, por desvios na Transpetro.

Em meio à repercussão do nome e da condução de Calheiros à relatoria da CPI, o leitor cuidadoso fez um desabafo:
“RENAN CALHEIROS INVESTIGANDO CORRUPÇÃO… É TIPO O ALEXANDRE NARDONI SER JUÍZ DO CASO JAIRINHO.
JOAQUIN TEIXEIRA (@JOAQUINTEIXEIRA) APRIL 16, 2021”


Além de Renan, a cúpula da CPI, composta por sete senadores opositores ao Governo Bolsonaro, o “G7”, elegeu em um “acordão” Randolfe Rodrigues (Rede-AP) para a vice-presidência e Omar Aziz (PSD-AM) para presidente do colegiado.

Matéria do Jornal da Cidade on-Line

Postar um comentário

1 Comentários

  1. O problema maior é que nem a justiça retirou a Relatoria de Renan Calheiros, o que ao meu ver é um enorme erro!

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa por ventura ser interpretado, pelos órgãos de correição, como transgressão da disciplina, crime militar ou comum. Neste espaço não é permitido a discussão de temas militares, por conta da legislação castrense. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.