Ministério supera marca de 100 milhões de vacinas distribuídas

Desde 18 de janeiro, 102 mi de doses foram enviadas aos estados e ao Distrito Federal por meio do Programa Nacional de Imunizações



País usa três imunizantes atualmente; AstraZeneca, CoronaVac e PfizerBRUNO 


O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (2) ter superado a marca de 100 milhões de doses de vacinas contra covid-19 distribuídas a unidades da federação por meio do PNI (Programa Nacional de Imunizações).

Segundo a plataforma Localiza SUS, até esta manhã, 90 milhões de vacinas já haviam sido entregues e outros 12,8 milhões estavam em processo de envio e distribuição, totalizando 102,9 milhões. A vacinação contra covid-19 no Brasil começou em 18 de janeiro.

A repartição das vacinas se dá de acordo com critérios populacionais, observando os grupos prioritários estabelecidos pelo ministério.

Com base nisto, São Paulo foi o estado que mais recebeu doses até o momento (23,5 milhões), seguido de Minas Gerais (10,7 milhões) e Rio de Janeiro (9,7 milhões).

O imunizante da AstraZeneca — seja produzido pelo Instituto Serum da Índia (primeiras doses), pela Fiocruz ou importado pelo consórcio Covax Facility — agora são os que mais foram distribuídos no país: 52,3 milhões de doses.

A CoronaVac teve 47,2 milhões de doses enviadas aos estados e Distrito Federal. Da Pfizer/BioNTech, foram 3,3 milhões.

O Brasil já aplicou 68,2 milhões de doses de vacinas contra covid-19, das quais 45,9 milhões de pessoas receberam apenas a primeira dose. Outros 22,3 milhões completaram o esquema vacinal.

FONTE: R7/Min Saúde

Postar um comentário

0 Comentários