CAMPANHA PELA APROVAÇÃO DO VOTO IMPRESSO GANHA FORÇA





A ofensiva dos bolsonaristas para adoção do voto impresso no Brasil será reforçada. A deputada Bia Kicis (PSL-DF), presidente do Conselho de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, anunciou que a partir de hoje começa uma campanha para que o eleitor tenha registro em papel da opção feita na votação. A parlamentar é autora da Proposta de Emenda Constitucional que propõe mudança no sistema eleitoral.

Segundo ela, a campanha é "suprapartidária" e terá a participação "não só do PSL" e nem somente de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Além disso, Kicis anunciou que o esforço terá participação de "grandes personalidades" - nesta categoria, citou apenas o nome do jornalista Alexandre Garcia.

A presidente da CCJ diz que a PEC de sua autoria vai possibilitar "transparência nas eleições". "Precisamos do voto auditável, que hoje lamentavelmente nós não temos", afirmou, em suas redes sociais.


Partidários de Bia Kicis também se manifestaram nas redes a favor do voto impresso.


Com informações do Uol / BOMBEIROS DF

Postar um comentário

0 Comentários