Restrições impostas por Doria não estão contendo o avanço da covid19 em SP. Veja os números

Por Pablo Carvalho



As medidas tomadas pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com restrições às atividades econômicas e à circulação de pessoas, ainda não surtiram efeito prático sobre os números da Pandemia de covid19 no estado.

Crítico do presidente Bolsonaro, Doria parece ter o controle da situação escapando pelos seus dedos a cada vez que amplia as restrições impostas à população e em especial ao trabalhador.

Criticado por não ouvir prefeitos, o tucano colocou todo o estado na fase vermelha no dia 6 de março, medida que duraria até o dia 19. No entanto, o governador reclassificou todos os municípios para a “fase emergencial” do Plano São Paulo, medida prevista para vigorar entre os dias 16 e 30 de março.

A “Fase emergencial” estrangula ainda mais a maioria das atividades econômicas e restringe liberdades, impondo o questionado “toque de recolher” entre 20h e 5h. No entanto, os números demonstram que as medidas não demonstraram, na prática, impacto positivo até agora.

Segundo dados do Ministério da Saúde, a média móvel de mortes por covid19 no estado de SP estava em 262,43 óbitos no dia 6 de março, início da fase vermelha, e foi para 349,14 óbitos no dia 16, quando começou a vigorar a fase emergencial. Hoje, a média saltou para 435,36 óbitos, conforme dados contabilizados até este domingo (21). A curva está com tendência de crescimento pelos próximos 7 dias e os números ainda podem aumentar devido aos casos que ainda estão sob investigação.

Óbitos notificados em SP e média móvel dos últimos 14 dias. Fonte: Ministério da Saúde

No que se refere à média de novos casos de covid19, os números também não demonstram melhora. A média móvel de novos casos, que estava em 9,730 no dia 6 de março, saltou para 13.760 no domingo (21), com curva também em tendência de alta.Novos casos notificados em SP e média móvel dos últimos 14 dias. Fonte: Ministério da Saúde

Doria não descartou a possibilidade de um lockdown em SP e tenta transferir o ônus da medida aos membros do Comitê de enfrentamento à Covid19 da usa gestão. Sem apresentar dados, o governador afirmou à BandNews que vê “melhoras sensíveis” nos índices de infecção e aumento do isolamento social e vai esperar completar uma semana da adoção de uma fase menos restritiva. O prazo de uma semana termina hoje.

Fonte: Portal Novo Norte

Postar um comentário

0 Comentários