Forte pressão e perspectiva de derrota na votação fizeram governo mudar posicionamento na PEC 189



Vídeo que circula nas redes sociais revela como a pressão dos profissionais de segurança pública surtiu efeito durante a votação da PEC Emergencial. Vendo uma derrota se aproximar, o Governo, através do relator da PEC, o Deputado Daniel Freitas (PSL-SC), fez o uso da palavra para reafirmar que assumiria o compromisso de retirar da PEC a Aplicação de restrições de direitos e garantias aos Profissionais de Segurança Pública.


A bancada da segurança pública já vinha tentando, por várias vezes, promover um acordo com o Governo, mas sem êxito. A situação ficou pior com o comentário do Vice-Presidente Mourão, que afirmou em entrevista que os policiais deveriam "dar cota de sacrifício".


Fontes próximas informam que só quando a votação caminhou para a derrota que o governo decidiu mudar sua posição.


O episódio afetou por completo a categoria, que espera mais ações que valorizem a parceria e a fidelidade ao governo.





Postar um comentário

0 Comentários