Nunca foi pela saúde! A hipocrisia global não tem limites




O que preocupa não são as atitudes e notícias antipatrióticas, mentirosas, distorcidas e, sobretudo, nada profissionais do grupo globo (no minúsculo mesmo) e seus colaboradores. O que preocupa são aqueles que assistem. Muitos ajudam a fomentar essas condutas. Mas a maioria sequer se dá ao trabalho de pensar o que se passa à sua frente. Na sua cara!

Hoje me deparei com essa “notícia” no site do grupo globo:





Além de reduzir as mortes, a matéria informa que os cientistas também “descobriram” que o medicamento conseguiu diminuir o tempo de internação dos pacientes e reduzir a necessidade de ventilação mecânica (intubação). Tudo isso para casos graves da doença, o que nos remete imediatamente ao discurso do Henrique Mandetta, que dizia que era para procurar o hospital só na falta de ar... lembram-se?

Este medicamento, pasmem, é para tratamento de ARTRITE REUMATOIDE. Coincidência ou não, a Hidroxicloroquina também é (além de outros males). Vale lembrar que o grupo globo trabalha arduamente, sistematicamente e diariamente, para incutir na cabeça dos incautos que o tratamento precoce, que inclui a HCQ, por não ter comprovação científica, não é eficaz.

Aliás, ainda na mesma matéria, claro, não iam deixar passar em branco, reafirmam a tal "não eficácia" da HCQ, inclusive, aproveitam para aumentar o terror, escrevendo que o medicamento pode “agravar a doença”. É muita hipocrisia. E mais... “vendem” outro medicamento, que associado à estrela do texto, agrega benefícios no tratamento. Ah, e ilustram a publicação com um vídeo do porta voz da OMS, Tedros Adhanom. Afff!!!

Deixo uma pergunta no ar: A questão econômica e política tem qual peso nas tratativas e narrativas que mantém a hipocrisia sobreviver por tanto tempo?

Para ajudar a responder isso, fiz uma pequena comparação de preços, por amostragem aleatória na internet, dos dois medicamentos.

Observe!
Actemra é o nome comercial para Tocilizumabe, produzido pela Roche, que detém a patente.

*JCO

.

Postar um comentário

0 Comentários