Importação de revólveres e pistolas com o Governo Bolsonaro é maior do que todo o governo Lula, Dilma e Temer somados​


 Os colegas do Gazeta Brasil publicaram uma informação que aparentemente indica que o brasileiro comum médio está entendendo a importância de se armar para defesa de sua vida, sua propriedade e seus direitos.


Conforme dados do Ministério da Economia, em 2 anos e 1 mês de governo, mais de 170 mil armas, sendo pistolas e revólveres, entraram no Brasil. Apenas em 2020 foram 105,8 mil importadas, sendo uma alta de 94% em relação ao ano anterior, com apenas 54,6 mil armas.

Já o ano de 2021 que mal começou, já temos 9,7 mil armas compradas.

Durante os governos dos comunistas Lula da Silva e Dilma Rousseff, e somado ao Presidente Temer, todos juntos chegaram a apenas 103,8 mil armas, incluindo compras de pessoas físicas e jurídicas.

O ano de 2020 também registrou um grande salto de registros de armas de fogo. A Polícia Federal afirmou que 179.771 mil novos registros foram realizados, uma subida de 91% em relação a 2019. Desse total, 70% foram para civis (cidadãos comuns e forças policiais), não incluindo forças militares.

Já o porte de armas, outra prioridade máxima para qualquer país que se diz democrático e livre, registrou 10.437 autorizações em 2020, contra 9.268 em 2019.

Finalmente temos uma mudança no comportamento e no pensamento do brasileiro. A esquerda perdeu mais uma batalha.

Postar um comentário

0 Comentários