23 anos depois, um reencontro emocionante

 



O ano era 1998, a aluna Aniane Pires, de 9 anos, do Centro Educacional Sete Estrelas, em Sobradinho, ingressou na primeira turma do curso que iria mudar sua própria vida. O PROERD – Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência.

O curso foi ministrado para alunos da 4ª série durante todo o ano letivo. Ao final daquele ano, os alunos faziam uma formatura e recebiam o diploma de conclusão. Durante a solenidade, Aniane fez uma foto com o instrutor que à época era soldado, hoje, segundo-sargento Haroldo, que atualmente é lotado na Diretoria de Pagamento de Pessoal.

Quando criança, a menina alimentava o sonho de um dia ser policial militar. O tempo passou e Aniane ingressou na Polícia Militar do Distrito Federal em 2019, no Curso de Formação de Praças (CFP VI). Atualmente, a soldado está lotada no 13º Batalhão de Polícia Militar, em Sobradinho. "Hoje estou muito feliz de fazer parte dessa família", confessou.

O reencontro dos dois policiais militares aconteceu por acaso no batalhão de Sobradinho. O sargento viu o nome da SD Ariane e lembrou de que ela poderia ter sido sua aluna. "Acho que já fui professor dessa menina", indagou.

Para não restar dúvida, o sargento puxou conversa e contou que ela havia sido sua aluna em 1998. A policial, então, confirmou. No meio do bate-papo, acabaram descobrindo outra coincidência, ambos moram no mesmo condomínio.

Entre tantas surpresas que já aconteceram, ao logo desses 27 anos gloriosos de policial militar, essa definitivamente marcou a trajetória do sargento Haroldo. "Isso valeu a minha carreira. A sensação que sinto é de dever cumprido", declarou.


Postar um comentário

0 Comentários