Maia trai Lira e não honra acordo




Foto: Edilson Dantas/ O globo

Embora ética, honra e moralidade não sejam os melhores adjetivos para alguns deputados, honrar com acordos entre eles é questão de sobrevivência política.

Rodrigo Maia fechou um acordo com o deputado federal Arthur Lira há dois anos, no apartamento do senador Ciro Nogueira, em São Paulo. Na ocasião, Maia prometeu apoiar Lira à sua sucessão, em 1º de fevereiro de 2021, caso o líder do PP desistisse da própria candidatura a presidente da Câmara, que era muito forte na ocasião.

Foi esse apoio que consolidou a vitória de Rodrigo Maia em fevereiro de 2019 a presidência da Câmara. Lira liderou as articulações com o centrão.

Maia passou a evitar Arthur Lira com a esperança que o deputado esquecesse do compromisso e passou a focar, obsessivamente em sua reeleição, mesmo que a Constituição seja clara sobre a impossibilidade.

Maia mente ao atribuir a candidatura de Arthur Lira ao atual governo. Todos na Câmara sabem que o Líder do PP é candidato há anos, antes mesmo da eleição de Bolsonaro.

Postar um comentário

0 Comentários