Extrema imprensa em crise: ✊ūüŹĹ Jornalistas do Correio Braziliense decidem paralisar por atraso nos sal√°rios



Em assembleia no fim da tarde desta segunda-feira (7/12), a reda√ß√£o do Correio Braziliense ratificou a decis√£o tomada uma semana antes e aprovou paralisa√ß√£o a partir da 0h de ter√ßa, para exigir o pagamento integral do sal√°rio de novembro, vencido na √ļltima sexta. Pelo terceiro m√™s consecutivo, a empresa atrasou a quita√ß√£o integral do sal√°rio, desta vez com o dep√≥sito parcial (40% do total, efetivado no dia apenas para parte dos trabalhadores) e a promessa de concluir o acerto at√© a pr√≥xima sexta-feira.

A reda√ß√£o do Correio enfrenta nos √ļltimos anos uma pr√°tica recorrente do jornal de desonrar compromissos, tanto os de base legal e contratual como aqueles fechados com a comiss√£o dos jornalistas em seguidas reuni√Ķes. No momento, al√©m do sal√°rio de novembro, a empresa deve tamb√©m a primeira parcela do 13¬ļ e uma parcela do PPR relativo √† CCT de 2019, al√©m de acumular dois meses de atraso no pagamento parcelado - segundo acordo judicial firmado com o Sindicato - de f√©rias e tickets devidos, em alguns casos, h√° mais de dois anos.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do DF chama toda a categoria a apoiar o movimento dos colegas do Correio e conta com a solidariedade das demais categorias e sindicatos de trabalhadores do DF à justa paralisação dos jornalistas.

Postar um coment√°rio

0 Coment√°rios