Banner Acima Menu INTERNAS

Pelo 5G países fazem Declaração conjunta sobre o Diálogo Trilateral Brasil-EUA-Japão

 


Declaração conjunta sobre o Diálogo Trilateral Brasil-EUA-Japão

Brasília, 10 de novembro de 2020: Hoje, os Governos dos Estados Unidos da América, da República Federativa do Brasil e do Japão lançaram o Diálogo Trilateral Brasil-EUA-Japão em Brasília, Brasil. O subsecretário de Estado para Crescimento Econômico, Energia e Meio Ambiente, Keith Krach, liderou a delegação dos EUA, a secretária brasileira de Negociações Bilaterais na Ásia, no Pacífico e na Rússia, embaixadora Márcia Donner Abreu, liderou a delegação brasileira e presidiu a reunião, e o ministro assistente e diretor-geral do Japão para a América Latina e o Caribe, embaixador Teiji Hayashi liderou a delegação japonesa. O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, abriu a reunião. O Diálogo Trilateral fortalecerá a coordenação política em questões regionais, buscará a prosperidade econômica compartilhada e fortalecerá a governança democrática.

A seguinte declaração foi emitida pelos governos do Brasil, dos Estados Unidos da América e do Japão, por ocasião da reunião inaugural do Diálogo Trilateral Brasil-EUA-Japão, realizada em Brasília, nesta data:

Começo do texto:

Altos representantes do Brasil, Japão e Estados Unidos reuniram-se para lançar o Diálogo Trilateral Brasil-EUA-Japão (JUSBE). Na esteira dos tradicionais vínculos que mantêm, baseados em valores compartilhados tais como liberdade, direitos humanos, democracia e o Estado de Direito, os três países almejam uma ordem internacional livre e aberta, onde países prosperam lado a lado como Estados soberanos e independentes.

Tendo em conta a necessidade sem precedentes de mais ações coletivas e coordenadas, em razão da pandemia da COVID-19, os três países reafirmaram, de modo determinado e unânime, seu compromisso em trabalharem juntos pela superação da crise e pela conformação de uma nova trajetória pós-pandemia.

Por meio do Diálogo, representantes dos três países identificaram três pilares como fundamentos do JUSBE: intensificação da coordenação de políticas sobre questões regionais; busca de uma prosperidade econômica compartilhada; e fortalecimento da governança democrática. Considerando que o JUSBE é uma parceria orientada pela obtenção de resultados, diversas realizações concretas foram discutidas nesses três pilares.

Compartilhamento de perspectivas sobre questões regionais

Os três países convergiram na visão de que a paz e estabilidade regionais constituem o fundamento da prosperidade econômica e da governança democrática. Com esse propósito, como países que compartilham valores comuns como democracia e liberdades fundamentais, continuarão a intercambiar perspectivas sobre as situações regionais por meio do JUSBE e dos mecanismos bilaterais existentes, assim como a agir para assegurar que nossas regiões permaneçam livres e abertas sob uma ordem baseado no Estado de Direito.

Prosperidade econômica compartilhada

Os três países são democracias e economias com posição de liderança em suas respectivas regiões. Como parceiros que compartilham valores comuns, intensificarão a cooperação existente para fortalecer os ambientes de negócios, ampliar investimentos estrangeiros, promover conectividade regional, apoiar o desenvolvimento sustentável e o crescimento econômico, e aumentar a segurança cibernética para promover economias digitais vibrantes que se baseiem em uma internet aberta, interoperável, confiável e segura.

Os três países afirmaram seu compromisso em assegurar um ecossistema de redes de comunicações que seja seguro, confiável e vibrante, bem como em desenvolver uma abordagem comum quanto à utilização de redes 5G transparentes, seguras e baseadas na livre e justa concorrência e no primado do direito, em linha com suas legislações nacionais, prioridades na formulação de políticas e obrigações internacionais.

Governança democrática

Democracia e boa governança são fundamentos essenciais da prosperidade, do crescimento econômico e do respeito à dignidade humana, assim como auxiliam a

garantir a proteção das populações mais vulneráveis em tempos de crise. Com esse objetivo, os três países fortalecerão o diálogo e a cooperação de modo a robustecer a governança democrática nos planos doméstico e internacional, incluindo assegurar a realização de eleições livres e justas, e garantir a liberdade de expressão e outras liberdades fundamentais.

Fim do texto.

A embaixadora Márcia Donner Abreu, secretária de Negociações Bilaterais na Ásia, no Pacífico, e na Rússia do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, presidiu a reunião, o senhor Keith Krach, subsecretário de Estado para Crescimento Econômico, Energia e Meio Ambiente, representou os Estados Unidos, e o Sr. Hayashi Teiji, Ministro Assistente do Bureau de Assuntos Latino-Americanos e do Caribe, Ministério das Relações Exteriores, representou o Japão.

Postar um comentário

0 Comentários