Banner Acima Menu INTERNAS

O tiro saiu pela culatra: O Coringa humaniza o Presidente e vira personagem na luta contra o ‘mal’



Compararam Bolsonaro ao Coringa.

A capa da revista tentou retratar uma imagem pejorativa, mas pela ótica do último filme, muito forte em conteúdo, o que percebemos foi que o Coringa é humanizado, se mostra um protagonista honesto por trazer uma ótica mais real e sofrida dentro do cinema de super-heróis.

Um humanismo que não faz juízo de valor em relação ao outro, só deixa o olhar aberto para a vida, com seus momentos de grande lucidez.

Eis o resultado:


Fonte: JCO

Postar um comentário

0 Comentários