Proposta que trata de promoção na PM e fundo de saúde na PCDF chega à União

Ministro Jorge e Deputado Luis Miranda

O Governo Federal recebeu ofício contendo 20 emendas das 74 que ficaram de fora do texto da Medida Provisória nº 971/2020, que garantiu a recomposição salarial para policiais civis, militares e bombeiros do Distrito Federal. O deputado federal Luis Miranda (DEM/DF), que relatou a MP na Câmara, entregou o documento ao ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Jorge Oliveira.

Os dois se reuniram e articularam a elaboração do documento. Entre as 20 emendas, sobressaem as que tratam da promoção de carreira por meio do merecimento e antiguidade dentro da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do DF. Além disso, traz os pedidos de progressão de carreira e de um fundo de saúde para a Polícia Civil.

A proposição com as emendas não contempladas na MP 971 faz parte de um acordo entre Luis Miranda e o ministro Jorge Oliveira. Segundo o deputado, o ministro firmou o compromisso de enviar um projeto de lei contemplando as emendas que não causassem impacto financeiro. O Governo Federal, em acordo com o GDF, enviará o projeto para o Congresso Nacional. Informa o Metropoles. O inteiro teor do documento não foi publicado.

Postar um comentário

0 Comentários