Médica relata em vídeo: “Eu ia morrer e decidi tomar a hidroxicloroquina. Fui salva”

 
A Drª explica que também que fez a medicação em sua filha de 1 ano e meio, o que ajudou na recuperação da criança.
Michele Chechter, médica ginecologista de SP, concedeu uma entrevista ao jornalista Rodrigo Constantino, da Jovem Pan.
Ela relata que quase morreu após contrair o vírus chinês e que, se não tivesse usado a Hidroxicloroquina, certamente estaria morta.
Seu estado era muito grave e com hemorragia interna.
Michele explicou que na clínica de sua família está sendo prescrita a hidroxicloroquina a pacientes contaminados pelo Covid 19 e os mesmos estão tendo melhoras significativas.
Na entrevista, ela detalha que o diagnóstico da doença pode ser clínico [descrição de sinais e sintomas] e quanto mais breve, melhor para entrar com a medicação e recuperação dos pacientes pode ser mais rápida.
“Se tem uma medicação que aparentemente é eficaz, atua rapidamente e reverte a gravidade do quadro, por que não usar?”, questiona Michele Chechter.
Dr. Wagner Malheiros - Pneumologista

Postar um comentário

0 Comentários