Estuprador Libertado Por Conta do Vírus Chinês Mata Vítima nos Estados Unidos



O norte-americano Ibrahim E. Bouaichi havia sindo preso em 09 de abril de 2020 no Estado de Maryland, Estados Unidos, por crime de estupro. Ele foi colocado em  prisão domiciliar por decisão judicial logo em seguida, por conta da pandemia do vírus chinês. Três meses após a soltura de Bouaichi, Karla Elizabeth Domingues Gonzales, a vítima do estuprador, foi encontrada morta pela polícia em Alexandria, Virginia.
Durante a investigação, a polícia verificou que Bouaichi não estava em sua casa no dia do homicídio de Gonzalez. No último sábado (08/08) os oficiais o localizaram no condado de Prince George, em Maryland. Bouaichi tentou fugir, mas bateu o carro. Ferido por conta do acidente, Bouaichi conseguiu correr até sua casa, trancou a porta e tentou o suicídio com uma arma de fogo, mas o tiro não o matou.
Ferido, Ibrahim Bouaichi foi levado a um hospital mas não resistiu ao ferimento e faleceu em seguida. A sequência de eventos poderia muito bem servir de roteiro para uma crônica de uma tragédia anunciada, resultante da engenharia social e comportamental, temperada com elevada dose de bandidolatria, que veio no encalço da epidemia do vírus chinês. 
Washington Post.


Postar um comentário

0 Comentários