Polícia Federal discorda do STF em investigações sobre atos

Gabriela Coelho, da CNN em Brasília


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Documentos obtidos pela CNN mostram que, no dia 4 de junho, a Polícia Federal apresentou ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), um pedido de autonomia para atuar e apontou lacunas nas investigações sobre atos que pedem o fechamento do Congresso Nacional e da Corte. 

Segundo os documentos, a PF afirmou ao ministro que a presença dos dados no inquérito apenas indica que eles são existentes dentro dos autos, não que são comprovados ou robustos. Além disso, pediu para "postergar" ou cancelar a operação de busca e apreensão contra bolsonaristas suspeitos de envolvimento em atos antidemocráticos.

Postar um comentário

0 Comentários