OAB quer facilitar libertação de 25 mil presos em SP por conta do coronavírus


Cadastro de presos do grupo de risco deve ser liberado para advogados com procuração.


A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Paulo deve liberar, nesta segunda-feira (11), um cadastro de 25 mil presos do sistema prisional paulista que fazem parte do grupo de risco do coronavírus. Os membros da lista estão sujeitos à liberação por parte da Justiça para cumprimento de pena no regime domiciliar.
O montante representa mais de 10% de todos os presos das penitenciárias de SP, com cerca de 223 mil detentos espalhados em 176 unidades. 

Até a última sexta-feira, 3.190 presos haviam sido soltos por determinação da Justiça de São Paulo. 


A advogada Priscila Pamela dos Santos, presidente da comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB São Paulo, declarou: 

“É um universo ínfimo [que foi solto], porque só de mulheres são 6.925 nessa lista [de grupo de risco.”


“Não é liberar sem qualquer consequência. Soltar para continuar cumprindo a medida que foi imposta, mas em casa.”

fonte: Renovamídia 

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Claramente a ordem e a segurança do Brasil estão destruídas! Será que alguém com coragem vai aplicar o Art. 142 da Constituição Federal de 1988?

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa por ventura ser interpretado, pelos órgãos de correição, como transgressão da disciplina, crime militar ou comum. Neste espaço não é permitido a discussão de temas militares, por conta da legislação castrense. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.