Web se comove com técnico de enfermagem que dormia no terraço para proteger a mãe


Além da mãe, Joseildo ainda mora com mais quatro pessoas

A história do técnico de enfermagem Joseildo Batista comoveu a web logo depois do profissional relatar que estava dormindo no terraço de sua casa para não correr o risco de infectar a mãe de 73 anos, em Campina Grande, na Paraíba (PB).

Além da mãe, Joseildo ainda mora com mais quatro pessoas: duas irmãs e duas sobrinhas.
Técnico de enfermagem dormia em terraço para proteger a mãe, e web cria vaquinha para o ajudar

Além de idosa, a mãe do técnico de enfermagem é asmática, hipertensa e cardíaca, e sofreu um infarto há um mês. De acordo com ele, no hospital onde trabalha foi informado que os casos vão aumentar.


“Não posso ficar em casa. Sem dinheiro, a saída encontrada foi improvisar uma cama no terraço da casa, na frieza”, disse ele ao portal Razões Para Acreditar.

Como salário, Ildo recebe R$ 946 mensais, e a renda é para ajudar em casa e ainda pagar a pensão do filho de sete anos. Dessa maneira, seria inviável ao profissional alugar um quarto fora de casa.

Além disso, o homem ainda trabalha como segurança para complementar a renda, e para evitar levar o vírus pra casa, ele estava tomando banho na própria unidade onde trabalha.
Foto: Arquivo pessoal

Após ter a história divulgada, uma vaquinha para que o profissional pudesse alugar um apartamento ou hotel foi criada, e em apenas um dia bateu a meta e chegou em mais de 270%, o equivalente a R$ 34 mil.

Agora, Joseildo está hospedado em um hotel disponibilizado pela Secretaria de Saúde, que também abriu vagas para outros profissionais em situação parecida.
Reforma e cestas básicas

Com o dinheiro, o técnico contou que quer reformar sua casa e comprar cestas para as pessoas do bairro, além de asilos nos quais já trabalhou.

“Eu só quero agradecer por tudo o que fizeram por mim. Não imaginava que teria essa dimensão tão grande, da vaquinha, das mensagens de apoio, do suporte da prefeitura”, disse Joseildo.
Se você também quer ajudar, clique aqui e doe!

Postar um comentário

0 Comentários