Laboratório Americano diz que medicamento Remdesivir atingiu o alvo principal no estudo Covid-19

The Gilead headquarters in Foster City, California.
Sede da Gilead em Foster City, Califórnia. Fotógrafo: David Paul Morris / Bloomberg

Por Timothy Annett e John Lauerman

A Gilead Sciences Inc. disse que dados de um estudo dos EUA sobre seu remdesivir mostraram que o medicamento atingiu o objetivo primário em um teste de eficácia no tratamento do Covid-19.

A empresa afirmou em comunicado que está ciente dos dados positivos emergentes do estudo do remdesivir do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (NIAID) para o tratamento da doença causada pelo novo coronavírus.

As ações da Gilead foram interrompidas, mas as notícias pareciam elevar todo o mercado de ações dos EUA, com os futuros vinculados aos principais índices dos EUA saltando após a divulgação da declaração da empresa.

O estudo realizado nos EUA analisou se os pacientes que receberam o medicamento de Gilead se recuperaram da doença mais rapidamente do que os pacientes que receberam um tratamento com placebo mais os cuidados padrão para a doença.

O estudo, conduzido pelo National Institutes of Health, teve como objetivo inscrever cerca de 800 pacientes para testar o medicamento e dar uma resposta definitiva sobre se ele pode ajudar a tratar a doença.

Um representante do NIAID( Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas-EUA) não respondeu imediatamente a uma chamada em busca de comentários. O rememivivir, que foi originalmente desenvolvido para tratar outros coronavírus como o SARS e também foi testado no Ebola, não está licenciado ou aprovado para uso em qualquer lugar do mundo.

Matéria do Bloomberg.com/Tradução - Redação Blog do Halk

Postar um comentário

0 Comentários