Estuprador e ex-médico Roger Abdelmassih vai para casa

O ex-médico foi condenado a 173 anos de prisão por violentar sexualmente suas pacientes enquanto estavam sob efeitos de sedativos
O ex-médico Roger Abdelmassih, condenado a 173 anos de prisão por cometer 52 estupros e 4 tentativas de estupro a 39 de suas pacientes, foi autorizado a cumprir prisão domiciliar.
A autorização foi da juíza da 1ª Vara das Execuções Criminais de Taubaté, Sueli Zeraik de Oliveira Armani, a pedido da defesa de Roger em razão da pandemia do novo coronavírus.


Marcelo Gonçalves/Sigmapress/Folhapress

Abdelmassih cumpria pena no Presídio de Tremembé, interior de São Paulo. Informa o site Conexão Politica



Postar um comentário

0 Comentários