Barroso elogia escolha de André Mendonça para ministro da Justiça



Ex-advogado-geral da União foi nomeado por Bolsonaro para o lugar do ex-ministro Sergio Moro O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), elogiou nesta terça -feira a escolha do ex-advogado-geral da União André Mendonça para o cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública.

"O dr. André Mendonça teve um desempenho admirável na AGU [Advocacia-Geral da União]. Íntegro, elegante e preparado. Desejo a ele toda sorte na nova missão", afirmou Barroso.

Mendonça entra no lugar do ex-ministro Sergio Moro, que abriu uma nova crise no governo ao pedir demissão na semana passada. A substituição foi oficializada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta terça, em publicação no Diário Oficial da União.

Para a AGU, foi nomeado o jurista José Levi Mello, que antes estava atuando como procurador-geral da Fazenda Nacional.

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, também elogiou a nomeação de Mendonça para o cargo de ministro da Justiça. "A nomeação de André Luiz de Almeida Mendonça para o cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública é motivo de boas expectativas para todos os brasileiros. A admirável formação intelectual, que inclui mestrado e doutorado pela Universidade de Salamanca, e a rica experiência profissional do novo ministro inspiram a confiança de que teremos nos negócios da justiça e da segurança uma gestão marcada pela eficiência e pelo espírito público."

No texto, Noronha diz que, em nome do STJ, envia "os cumprimentos por mais este degrau galgado em sua brilhante trajetória e os votos de sucesso no desempenho da nova missão".

Valor Econômico

Postar um comentário

0 Comentários