600 mil pessoas já podem ter perdido seus empregos nos setor de bares e restaurantes

A ANR (Associação Nacional de Bares e Restaurantes) divulgou que mais de 600 mil pessoas podem ter perdido seus empregos devido à escalada do coronavírus no Brasil.
A projeção foi baseada em uma enquete da ANR com seus mais de 9.000 associados, entre grandes redes, franquias e restaurantes independentes. A pesquisa revelou que 61,8% dos associados já demitiram funcionários durante a crise.
“Estimo que esses 61% correspondem a cerca de 15%, 20% dos funcionários do setor no país. Com essa estratificação, assumo que as demissões do setor no Brasil podem girar em torno de 600 mil a até 800 mil”, diz Cristiano Melles, presidente da ANR, que reúne redes como McDonald’s, China in Box e Viena.
Matéria do Governabilidade



Postar um comentário

0 Comentários