22 milhões de desempregados nos Estados Unidos

Foto:Zave Smith/Getty Images


Segundo o the New York times foram nas últimas quatro semanas 22 milhões de pedidos de seguro-desemprego. 

Os dados são calculados a partir da somatório de funcionários que pediram o auxílio e são um bom indicativo de que como está o mercado de trabalho do país.

Só para dimensionar a extensão do problema,  esses 22 milhões de empregos perdidos é equivalente a todos os empregos gerados desde a crise de 2008. 

Nas próximas semanas devemos ter um embate ferrenho para que as medidas restritivas sejam flexibilizadas.

O empresariado americano vai começar a exigir o reaquecimento da economia para que a catástrofe não seja pior do que a própria doença o COVID-19

Postar um comentário

0 Comentários