Comandante-Geral se reúne com oficiais superiores da PMDF e esclarece dúvidas sobre a recomposição das perdas nos proventos dos servidores da segurança pública do DF

Nesta  noite de quinta-feira (21), o Comandante-Geral, coronel Julian Pontes, se reuniu com os oficiais superiores para tratar de temas relacionados às atividades operacionais e administrativas da Corporação. Na oportunidade o Comandante-Geral respondeu a diversos questionamentos, solicitando que tais informações fossem repassadas a toda a tropa, inclusive algumas relacionadas à proposta de recomposição dos soldos e salários dos integrantes dos órgãos de segurança pública do DF. A esse respeito, o Coronel Pontes informou que a recomposição dos soldos dos militares do DF foi uma importante conquista para policiais e bombeiros.
Com relação a medida provisória (MP), esclareceu o Comandante, não se pode falar em retroatividade dos seus efeitos, enfatizando que a incorporação de parte do auxílio moradia no soldo e na Gratificação de Condição Especial de Função Militar (GCEF) evita a perda total do auxílio por questões legais, e ainda previne uma eventual redução do benefício por ocasião de alteração de status de dependentes.
O Comandante-Geral esclareceu ainda que a recomposição dos soldos dos militares do DF visa amenizar as perdas que impactaram nos proventos ao longo dos últimos anos e que deve ser bem recebida, considerando a realidade conjuntural do país que passa por medidas de austeridade.
Finalmente, o Coronel Pontes deixou claro que houve um comprometimento do Governo Federal em receber, analisar e editar a proposta de MP encaminhada ontem (20) pelo Governador do DF, mas que esta proposta, frisou, poderá sofrer ainda alterações ao longo da sua tramitação.
Por fim, o Comandante Geral concitou seus oficiais a continuarem a exercer com maestria a liderança de suas tropas, mantendo o espírito de corpo e o elevado moral dos seus efetivos, destacando que eles devem ser a fonte precípua de informações. Assim evitando que informações inverídicas, por vezes, levianas impactem negativamente.

Postar um comentário

0 Comentários