Banner Acima Menu INTERNAS

MPF federaliza crimes atribuídos a ‘caveirão voador’


O ‘caveirão voador’  é utilizado em operações policiais

Preocupada com o crescente uso de helicópteros como plataforma de tiro, a 7ª Câmara, que atua no controle externo da atividade policial, alega que a Constituição determina que denúncias sejam apreciadas pela Justiça Federal
Decisão da 7ª Câmara ocorre em momento que há recorrentes discussões sobre tiros partidos de aeronaves durante operações em comunidades do Rio Foto: Fabiano Rocha / Agência O Globo
Decisão da 7ª Câmara ocorre em momento que há recorrentes discussões sobre tiros partidos de aeronaves durante operações em comunidades do Rio Foto: Fabiano Rocha / Agência O Globo



RIO —Tiros disparados de helicópteros poderão levar os atiradores, a partir de agora, a responder criminalmente na Justiça Federal. Por decisão da 7ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal (MPF), responsável pelo controle externo da atividade policial e do sistema prisional, os procuradores da República receberam a orientação de abrir, diante de notícias de possíveis práticas de crimes a bordo de aeronaves em ações policiais, procedimentos para apuração dos delitos no âmbito da Justiça Federal.
Matéria completa em https://oglobo.globo.com/rio/mpf-federaliza-crimes-atribuidos-caveirao-voador-utilizado-em-operacoes-policiais-23747091?utm_source=Whatsapp&utm_medium=Social&utm_campaign=compartilhar

Postar um comentário

0 Comentários