Banner Acima Menu INTERNAS

Em enquete da Câmara, população dá vitória esmagadora ao Decreto de Armas de Bolsonaro


Quase uma década e meia depois do famigerado referendo desarmamentista de 2005, a população brasileira manda um novo recado à classe política. Na verdade, o recado não é novo, é o mesmo de quase 15 anos atrás, porém com ainda mais veemência: a população exige que o direito à posse de armas de fogo e de autodefesa seja respeitado.
Após a derrubada do Decreto de Armas - assinado em 7 de maio pelo presidente Jair Bolsonaro - pelo Senado, a Câmara dos Deputados abriu uma consulta pública para saber o que a população pensa a respeito do assunto. Os resultados aparentam uma completa desconexão dos senadores da República com a população, uma total falta de representação.
Enquanto, em 2005, foram 63,94% dos votantes a favor da comercialização de armas de fogo e munições no país, o resultado parcial da enquete da Câmara dos Deputadosmostra uma convicção ainda maior no mesmo sentido: 85% dos que opinaram até o momento são contrários ao PDL 232/2019, que tenta derrubar o decreto do presidente que flexibilizou a posse de armas no país.
Ou seja, 85% dos votantes exigem que o Decreto de Armas de Bolsonaro seja mantido. O recado está dado.
JC online

Postar um comentário

1 Comentários

  1. A notícia é outra... enquete da Câmara não tem metodologia.
    Datafolha: projeto de Bolsonaro para porte de armas é reprovado por 70% da população
    https://oglobo.globo.com/brasil/datafolha-projeto-de-bolsonaro-para-porte-de-armas-reprovado-por-70-da-populacao-23801785

    NÃO AS ARMAS!!!

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa por ventura ser interpretado, pelos órgãos de correição, como transgressão da disciplina, crime militar ou comum. Neste espaço não é permitido a discussão de temas militares, por conta da legislação castrense. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.