Troca de tiro, tentativa de atropelamento contra policiais militares. Criminosos acabam detidos pela PMDF na Asa Sul

Duas pessoas foram detidas na madrugada de hoje (30), por volta de 1h, após troca de tiro e tentativa de atropelamento contra uma equipe da Polícia Militar durante fuga nas principais vias da Asa Norte e da Asa SulDurante policiamento na área central de Brasília, policiais do GTOP 26 receberam a informação de que um Ford Ka, havia acabado de se roubado em Taguatinga Norte e estaria se dirigindo para a zona central pela S1. Os policiais visualizaram um veículo com as mesmas características passando pela W3 na altura da N1 sentido sul/norte e imediatamente foram em direção ao veículo e na altura da 704 norte constataram que se tratava, de fato, do veículo roubado.Foi dada ordem de parada mas os criminosos empreenderam fuga pela W3 sentido norte/sul. Foi solicitado apoio a todos os prefixos da área para acompanhar o veículo em fuga. Na altura da 703 sul, a equipe de GTOP 26 A alcançou o veículo e tomou frente do acompanhamento. Várias viaturas participaram do acompanhamento e realizaram barreiras ao longo da W3 sul, momento em que osmarginais tentaram atropelar uma equipe da Polícia Militar. Após tomarem direção ao terminal rodoviário sul, um dos pneus do veículo furou e os marginais resolveram empreender fuga a pé. Ao descerem do veículo, um dos três fugitivos encontrava-se armado e atirou contra os policiais. Ocasião em que houve intensa troca de tiros. Os dois que estavam desarmados se renderam já em frente à 1°DP e o armado logrou êxito na fuga. Após tomar conhecimento dos fatos a polícia civil, através do seu policiamento aéreo, fez vôos na redondeza porém não localizou o fugitivo. O veículo foi recuperado com bens da vítima, como entre outros, um notebook, e entregue na 1° DP. Na mesma DP o maior foi autuado nos crimes de tentativa de homicídio qualificado, roubo qualificado, corrupção de menor e direção perigosamente. Após as medidas de praxe na 1° DP, o menor foi encaminhado à DCA para os procedimentos dos atos infracionais relatados nesta ocorrência.

Postar um comentário

0 Comentários