Banner Acima Menu INTERNAS

Fórum pede paciência e confiança dos militares na questão do reajuste


NOTA SOBRE A REUNIÃO DO FÓRUM COM O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL 

O Fórum das entidades representativas dos policiais e bombeiros militares do DF 
reuniu-se ontem com o Governador do Distrito Federal lbaneis Rocha. Foi um encontro bastante respeitoso e produtivo que desfez a onda de desinformação que reinava entre os profissionais da PMDF e do CBMDF sobre o nosso reajuste. O Governador entendeu as apreensões e preocupações dos militares e traçou para os presentes o real cenário financeiro do Distrito Federal. Ele autorizou que os órgãos técnicos do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar prestassem informações necessárias a elaboração da proposta por parte do Fórum, pois ele como governador quer seus militares valorizados 
e satisfeitos.

Na ocasião o Governador lbaneis reafirmou que irá cumprir as promessas feitas às instituições militares e que estabelecia oficialmente o canal de negociações com o Fórum. Ele falou que poderíamos ficar tranquilos que o governo só iria tomar uma decisão final sobre o reajuste depois de aprovado pelo Fórum. Reconhecemos a sensibilidade política do governador, a sua disposição de diálogo e por sua promessa de encaminhar para o Governo Federal a melhor proposta possível para os militares. 

O Governador falou que desconhecia a existência do Fórum e que recebeu vários militares de forma independente, porém agora percebeu que essas pessoas não representavam oficialmente os militares do DF. 

Com o conhecimento da existência e preocupações do Fórum estava aberto o 
canal para que o GDF iniciasse o diálogo com as categorias. Foi marcada pelo próprio governador uma nova reunião para o dia 12 de março, às 10h a fim do Fórum apresentar sua proposta formal. Nesse novo encontro o secretário de fazenda estará presente. 

Ficou claro para o governo que o Fórum não prega o caos nem prega outros tipos de movimentos que estejam fora dos preceitos legais. Porém, não deixará de levar ao conhecimento do governo os anseios dos seus associados, assim como as implicações de decisões governamentais na rotina das corporações. 

Alguns blogs estão noticiando que o Fórum através do seu coordenador estejafomentado movimentos que possam prejudicar o cidadão da capital da república e isso é má fé ou desconhecimento da realidade dos fatos, pois o Fórum tem um compromisso inarredável com a legalidade de suas ações.

Agradecemos a presença e apoio do Deputado Distrital Rafael Prudente, Presidente da CLDF, a presença e apoio da Deputada Federal Celina Leão e, especialmente, ao trabalho incansável do Deputado Distrital HERMETO nosso representante na CLDF e que viabilizou a reunião. Agradecemos ainda a presença e apoio do Secretário de Segurança Pública Anderson Gustavo Torres, da Procuradora Geral do DF Ludmila Galvão e dos Comandantes das Instituições Militares do Distrito federal. 

Por último, solicitamos a todos os policiais e bombeiros militares que tenham paciência e confiança, pois o Fórum está defendendo seus interesses da melhor forma possível e que nosso pleito basilar é a equidade remuneratória entre todos os 
profissionais da segurança pública do DF. 

Brasília, 27 de fevereiro de 2019 

Mauro Manoel Brambilla Cel PM REF 
Coordenador do Fórum

Postar um comentário

4 Comentários

  1. O governo tem que ter no mínimo consciência, hora os
    três precisa de Reajuste de salário,se dividir esse 37 porcento entre essas categorias ,acaba a polêmica

    ResponderExcluir
  2. Quem faz parte desse fórum? Quais os nomes?

    ResponderExcluir
  3. Não custa nada perguntar!!!..a Comandante Geral não tinha entregue a proposta de reajuste à aproximadamente 1 mês e meio atrás,ou estou falando besteira?????

    ResponderExcluir
  4. Estudar q é bom vcs não querem. Eu tbm quero ganhar igual juiz!

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa por ventura ser interpretado, pelos órgãos de correição, como transgressão da disciplina, crime militar ou comum. Neste espaço não é permitido a discussão de temas militares, por conta da legislação castrense. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.