O SIMBOLISMO POR TRÁS DO FIM DA CASA MILITAR


As reações ao fim da CM, no âmbito da PMDF,  foram as mais diversas. Desde satisfação de alguns, alegam que não servia efetivamente aos interesses corporativos, outros, como o Deputado Fraga, acreditam ser uma ação errada, e  com outras intenções. O que deve ser observado é o simbolismo do fim da Casa Militar. A questão não são os cargos comissionados, de valor até pífio, mas a porta que se fecha para nossos clamores. Somos militares, e como tais fazer política é complicado. A Casa Militar era uma forma de buscarmos apoio, um autofalante para ecoar nossas demandas ao governador. A estrutura de poder agora pende para outro lado. A PCDF conseguiu o comando da Secretaria de Segurança Pública e o fim da CM. Pesará sobre os ombros dos deputados eleitos, HERMETO E ROOSEVELT VILELA fazer o contraponto. Terão toda uma carga de demandas e problemas serem resolvidos, sobretudo,o urgente reajuste de 37% prometido pelo eleito governador Dr Ibaneis Rocha, além de problemas sérios nas promoções, praticamente se exaurindo, e atendimento de saúde. Não temos mais a CM, precisamos dar um voto de confiança aos parlamentares eleitos. Se não corresponderem, já sabemos o que fazer.

Por Roner Gama (61) 996556072; e Joseny Lopes( 61)  985400151

Postar um comentário

0 Comentários