Record Brasilia é condenada a pagar R$ 4.000,00 a título de danos morais a Policial Militar do DF por matéria indevida

Foto: R7

A Rádio e Televisão Capital LTDA(Record Brasília), foi condenada a pagar R$ 4.000,00 a título de reparação por danos morais.
O policial militar CLOVIS CRISTIANO GOMES LINO, teve seu pedido acolhido, pois a TV RECORD extrapolou o de limite aceitável do exercício da liberdade de imprensa, mormente por criar juízo de valor depreciativo sobre o ofendido, gerando ofensa moral e o consequente dever de indenizar, conforme relata a sentença. 

A decisão em tela serve de alento para o ofendido e de alerta para as mídias, principalmente o programas sensacionalistas diários, que, com sues apresentadores espalhafatosos, teimam em denegrir a imagem da corporação e ou macular a honra dos policiais em serviço sem qualquer limite ou razoabilidade.


Vejam um trecho da sentença da juíza de Direito Giselle Rocha Raposo, do 3º Juizado Especial Cível de Brasília:

"Da análise da matéria divulgada no programa “Cidade Alerta” é possível verificar que a reportagem veiculada, narra que dois policiais militares, tenente Claiton e cabo Clóvis, estariam “destratando as pessoas no aeroporto”; “partindo pra cima das pessoas”; “desrespeitando as pessoas”; “aumentando o problema”; “causando muita confusão por lá”. Verifico que a matéria jornalística em questão, ao veicular a notícia do modo como o fez, denegriu a imagem do policial que estava realizando seu trabalho que consistia em controlar o trânsito nas imediações do Aeroporto Internacional de Brasília."

Inteiro teor da sentença logo abaixo




Postar um comentário

3 Comentários

  1. Curioso isso...mostrar a verdade hoje é denegrir...o juiz que deu esta sentença com certeza nunca passou por lá...

    ResponderExcluir
  2. curioso isso.. mais um senso comum detectado.

    ResponderExcluir
  3. Pra uma empresa bilionária, está indenização e irrisória.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO!!!! COMENTÁRIOS LIBERADOS!!!! MAS...O BLOG não se responsabiliza por comentários que contenham ataques pessoais e ou ofensas a pessoas físicas, jurídicas ou conteúdo que possa por ventura ser interpretado, pelos órgãos de correição, como transgressão da disciplina, crime militar ou comum. Neste espaço não é permitido a discussão de temas militares, por conta da legislação castrense. Na medida do possível o administrador do BLOG irá moderar os comentários que julgar necessário.